Remédio Para Parar de Beber

Índice

Remédio Para Parar de Beber: Conheça tudo sobre o tratamento

Este artigo Remédio Para Parar de Beber foi criado baseado em muitas perguntas de pessoas que nos procuram em busca de ajuda para pessoas da família ou mesmo amigos que tem o problema do uso excessivo do álcool.

Qualquer pessoa que tenha um problema com o consumo excessivo de álcool, ou conheça alguém que tenha, provavelmente já se perguntou se existe um remédio para parar de beber definitivamente.

 

Existem vários tipos de remédio caseiro para parar de beber por aí, mas você deve ter cuidado com isso.

Nem todos eles cumprem o que prometem, e vários têm o potencial até mesmo de tornar o indivíduo mais doente.

 

A coisa mais aconselhável a fazer é procurar um profissional especializado em uma clínica de reabilitação.

Entenderemos melhor durante toda a redação do artigo. Continue a leitura!

 

 

Remédio para parar de beber 2

 

 

Remédio Para Parar de Beber: O que leva uma pessoa a começar a beber?

Na sociedade da qual fazemos parte, o consumo de álcool é bem aceito.

Além de ser uma droga legal, é constantemente visto como algo positivo ou como uma parte regular da vida cotidiana.

 

Os seres vivos são seres sociais, o que fazemos é um reflexo do comportamento que vemos, imitamos e nos influenciamos.

É assim que muitas famílias encorajam seus filhos à beber álcool.

A realidade é que a sociedade já vê esta droga como algo regular.

 

Entretanto, os efeitos considerados positivos no início, rapidamente se tornam prejudiciais, tais como vertigem, comportamento depressivo, letargia, diminuição da concentração e atenção, entre outros.

 

 

Parar de beber

 

 

 

Por que parar de beber?

Mesmo sendo legal, o álcool ainda é uma droga.

E como qualquer droga, ele é prejudicial ao corpo e à mente humana. Seus efeitos desejáveis são de curta duração e, para obter mais, o indivíduo tem que continuar bebendo, o que pode levar a patologias futuras.

 

É comum que as pessoas bebam socialmente e até mesmo se embriaguem.

Neste estado, você se torna mais vulnerável mental e fisicamente e, mesmo assim, pode acabar fazendo algo louco de que se arrependerá mais tarde.

 

Entretanto, a coisa mais horrível sobre o álcool são seus efeitos a médio e longo prazo, tais como: o desenvolvimento do alcoolismo, distúrbios mentais, maior possibilidade de desenvolver cânceres em numerosas partes do corpo, danos ao fígado, sistema nervoso, coração, pâncreas e pode causar impotência.

 

O alcoolismo é um tipo de dependência química que causa danos sociais e emocionais àqueles que sofrem com ele e a si mesmo.

Eu poderia passar o dia inteiro lhe dizendo o que esta droga pode fazer à vida de uma pessoa e como é simples enganar a si mesmo para pensar que tudo está bem.

 

 

O que deve ser feito para parar de beber?

Em primeiro lugar, você precisa detectar se existe um problema de dependência do álcool.

Faça uma estimativa se a qualquer momento você tentou minimizar ou parar de consumi-lo. Se não puder, é viável tentar um caso de alcoolismo.

 

Se for apenas uma suposição ou se você já for um alcoólatra, você precisa procurar ajuda para desistir. Somente o médico pode supervisionar sua saúde, indicando as possibilidades de tratamento.

Conhecendo sua condição, há também resoluções de tratamentos privados, como psicoterapia e internações.

 

 

Pare de beber

 

 

Remédio Para Parar de Beber: Devo usar medicação para parar de beber?

Qual o melhor remédio para parar de beber?

Esta é uma das perguntas mais recorrentes que recebemos aqui na Clínica Recuperando Vida, feita por pacientes e pessoas em busca de solução para os problemas do alcoolismo!

 

Você só deve usar medicamento para parar de beber se prescrita por um médico.

Cada medicação tem uma função diferente e pode criar efeitos adversos em certos organismos, uma vez usada de forma imprópria.

 

A única pessoa que pode lhe dizer se o medicamento para parar de beber é elementar é seu médico, pois ele terá seus dados de saúde e será capaz de indicar as possibilidades do tratamento.

Os medicamentos recentes são apenas um complemento ao tratamento, portanto não são um tratamento ou solução específica.

Eles também têm a possibilidade de serem necessários em uma mudança de estilo de vida para poder se fazer eficaz.

 

 

Quem faz a prescrição do remédio para parar de beber?

A prescrição é feita, após a identificação do problema, tendo em mente a eficácia, a despesa, a estabilidade, a conveniência e a aplicabilidade.

É necessário enfatizar informações e indicações elementares sobre os remédios oferecidos.

 

 

Medicamento para parar de beber

 

 

Quais são os remédios utilizados no tratamento do alcoolismo?

Na medida em que a evolução da medicina moderna e contemporânea, alcançando novas curas e tratamentos para o que antes era intratável, a religião que só a força de vontade resolveria o problema do alcoolismo atrasou muito o desenvolvimento de resoluções alternativas.

Entretanto, a partir dos anos 90, as coisas começaram a mudar, devido a estudos científicos e pesquisas epidemiológicas, que traçaram o perfil dos alcoólatras e as razões pelas quais eles recorreram às drogas.

Isto levou ao surgimento de possibilidades farmacológicas como a naltrexona e o acamprosato. O Disulfiram já existia anteriormente, mas tinha muitas contrapartidas.

 

Disulfiram

Este remédio, também conhecido como remédio para parar de beber, age inibindo as enzimas que funcionam para desconstruir a molécula do álcool e convertê-la em um produto a ser absorvido pelo organismo.

Entretanto, os efeitos diretos do remédio sobre o corpo humano são perturbadores e desconfortáveis cada vez que o indivíduo bebe.

 

Os sinais consistem em uma sensação freqüente de ressaca, que causa vômitos, dor de cabeça e queda de pressão.

O impacto “antabuse” que a droga gera uma vez que a bebida individual é radicalmente desconfortável e, em vez de parar de beber, vários optam por parar com o medicamento e continuar bebendo.

 

Naltrexone

Este medicamento atuará sobre os neurotransmissores delegados à recepção de substâncias opiáceas, fazendo com que a sensação de prazer diminua progressivamente, evitando assim recaídas e prolongando a abstinência.

Pesquisas atuais indicam que seus efeitos são mais eficazes quando o indivíduo deixa de tomar opiáceos mais ou menos 4 dias antes do início do tratamento.

 

Acamprosato

Quando pensamos em remédio para parar de beber, vemos que o acamprosato age de forma semelhante à naltrexona, atuando sobre os neurotransmissores.

Entretanto, age especialmente sobre uma substância chamada glutamato, que em uso crônico será em enorme parte, tentando encontrar para minimizar os efeitos da abstinência.

 

Os sinais de abstinência têm a possibilidade de ser insônia, ansiedade, preocupação ou um sentimento de tristeza, por exemplo.

Esta droga funciona equilibrando as células do sistema nervoso e, portanto, como a naltrexona, funciona melhor em pessoas que pararam de tomar o procedimento anteriormente.

 

Nenhum destes remédios devem ser sugeridos para pessoas com alta sensibilidade a seus elementos, assim como a pacientes com cirrose hepática ou outras comorbidades graves adquiridas devido ao alcoolismo e em mulheres grávidas.

 

 

 

 

Os remédios usadas no tratamento do alcoolismo são suscetíveis de causar efeitos colaterais?

Na situação específica do disulfiram, como explicado acima, ele gera efeitos colaterais como dor de cabeça, enxaqueca, vômito, hipotensão, entre outros, uma vez que está associado ao álcool.

 

Isto acontece para desencorajar o consumo de álcool.

 

Em relação a outros efeitos que pode causar no organismo, nos prospectos sugere-se o perigo de desenvolver distúrbios mentais, alterações do sistema gastrointestinal, sistema cardiorrespiratório, sistema nervoso, etc.

 

 

Qual é a duração do tratamento para o alcoolismo com remédios?

A era do uso e a dosagem são dados que somente o médico prescritor do remédio para parar de beber pode indicar.

Cada caso é único, porém, para um tratamento conveniente, as drogas são usadas principalmente como suporte.

 

Para aqueles que desejam iniciar um tratamento para o alcoolismo e não conseguem parar de tomar tais medicamentos, é aconselhável usar esses remédios para parar de beber para evitar sintomas de abstinência no futuro.

Em outros momentos eles têm o potencial de serem usados para a manutenção do estado “limpo” do indivíduo.

 

Além disso, é essencial observar que existem vários tipos de receita de remédio caseiro para parar de beber, porém nenhuma delas tem evidência científica.

Acho que nem mesmo uma organização séria usaria qualquer uma delas no tratamento.

 

 

 

 

Que outras metodologias podem ser utilizadas no tratamento do alcoolismo?

Reconhece-se agora que é necessária uma abordagem multifacetada para um problema que é exposto de forma biopsicossocial.

Outros procedimentos que têm a possibilidade de ser utilizados para o problema, como a psicoterapia, os conjuntos de ajuda recíproca e a iniciativa de internação.

 

Todos eles têm a possibilidade de serem utilizados em conjunto e integrados, aliando-se para proporcionar um tratamento extenso e complexo.

Os tratamentos mais eficazes são aqueles que tentam detectar e resolver os inconvenientes nas 3 superfícies em que o alcoolismo prejudica: biológica, social e psicológica.

 

Nós mesmos, da Clinica Recuperando Vida, temos um modelo de tratamento diferente, pois contamos com um tripé que orienta nosso tratamento, que são a orientação biopsicossocial, a terapia emocional racional (TRE) e o conhecido Programa de Doze Passos, desenvolvido no início pelo grupo original de A.A. (Alcoólicos Anônimos).

 

A TRE faz com que o paciente problematize seus comportamentos e reações derivadas das crenças irracionais que causaram seu vício.

Seu processo de trabalho é baseado na confiança entre a equipe multidisciplinar e o paciente, portanto, a mudança de mentalidade é um processo natural.

 

Lentamente, o paciente compreende o que lhe causou tanta dor no passado e qual é o processo predominante no presente, vendo que o que ele fez o afetou e àqueles próximos a ele.

O programa dos doze passos é a última fase do processo, sendo um lugar para compartilhar as próprias experiências.

 

Ele reúne a luta contra a sobriedade, reconhecendo a impotência diante do vício do álcool e usando a espiritualidade como um processo de criação e como base para reconstruir as próprias crenças e valores.

 

 

Remédio para parar de beber definitivamente

 

 

Internação

A internação pertence aos outrostratamentos acessíveis para o alcoolismo, que em minha crítica ainda é a melhor escolha processual.

Entendo que muitas famílias não são muito receptivas à iniciativa do internamento, porém, por mais delicada e complexa que seja esta questão, é um investimento que vale a pena em casos urgentes.

 

Somente quando o indivíduo é internado é que ele pode estar totalmente concentrado em sua recuperação e não ser tentado a voltar ao seu vício.

A internação pode ocorrer de 3 maneiras:

 

Voluntariamente:

A internação voluntária é a melhor alternativa dos 3, pois é a que ocorre com o consentimento tanto do indivíduo que requer o procedimento quanto de sua família.

 

Involuntário:

A internação involuntária é desenvolvida uma vez que terceiros (geralmente a família) solicitam a internação sem o consentimento do indivíduo receptor.

Ela só pode ser realizada com um relatório médico demonstrando a necessidade, sob a alegação de que o indivíduo está causando danos a si mesmo ou a outros.

 

Compulsório:

A internação compulsória é feita por meio de uma liminar, executada por um juiz, que leva em conta a avaliação médica do caso.

É aconselhável apenas nos casos graves em que o indivíduo não possui o discernimento primário para decidir.

 

Desintoxicação

A fase de desintoxicação é importante no tratamento, pois se for mal feita, incapacita a colaboração das outras fases.

O indivíduo que ainda não está livre de drogas não será capaz de se concentrar para participar de outras fases do tratamento, porque está sofrendo os sinais de abstinência.

 

Portanto, a iniciativa deste método é obter o sujeito “limpo” da droga e manter o controle dos efeitos do desejo e da abstinência, o que pode ser feito através da medicação com remédio para parar de beber se o paciente assim o exigir.

 

Psicoterapia

A psicoterapia e suas várias formas de abordagem é uma seção integral da mente Clínica Recuperando Vida, é pessoal e específica para os inconvenientes dos indivíduos aos quais é aplicada.

Focalizando o presente para reeducar e trabalhar as crenças disfuncionais e pensamentos irracionais que levaram ao vício.

 

 

Tratamento do alcoolismo

 

 

Remédio Para Parar de Beber: Qual é o melhor tratamento para parar de beber?

Mas afinal, remédio para parar de beber funciona?

A abordagem de tratamento que mais recomendo é a modalidade de internação em uma clínica de reabilitação.

 

Além de ser atendido por uma equipe multiprofissional preparada, não pode haver influências externas que façam o paciente duvidar do tratamento, concentrando-se inteiramente em sua recuperação.

 

Além de tudo isso, é bastante comum que ao longo da internação as clínicas de reabilitação façam uso de várias outras abordagens parceiras, tais como psicoterapia, terapia conjunta, desintoxicação com o uso de remédios e várias outras.

 

Quais são as conseqüências de não tratar do alcoolismo?

Entendemos que há muitas conseqüências que o álcool pode trazer, devido ao fato de ser uma patologia biopsicossocial e, como tal, nos prejudicará em todos esses ambientes se a doença não for detida a tempo.

Não apenas você, mas também aqueles próximos a você, como parentes, amigos e colegas, têm a possibilidade de sofrer as conseqüências de suas escolhas, não tratando e negando a realidade da doença do alcoolismo.

 

 

Problemas causados pelo alcoolismo em uma família

 

 

Comportamento agressivo

Mudanças drásticas de humor são comuns com o consumo de álcool e, em algumas pessoas, pode criar um comportamento mais insolente e violento.

Além do acima exposto, crimes violentos como homicídio, agressão física, violência doméstica e violência de trânsito têm um alto índice de envolvimento com o consumo de álcool, o que implica que os delitos foram cometidos sob a influência do álcool.

 

Acidentes de trânsito

A mistura de álcool e trânsito é enormemente desastrosa.

Hoje temos políticas e campanhas educacionais para tentar evitar acidentes envolvendo álcool.

 

De acordo com o relatório global da Organização Mundial da Saúde sobre álcool e saúde, cerca de 15% das mortes no trânsito foram em relação ao álcool em 2012.

Além de ser uma ação que coloca em risco sua vida e a de sua família, há a probabilidade de ferir ou matar outras pessoas.

 

Exclusão social

A medida que os efeitos do vício pioram, o álcool lentamente degrada as relações interpessoais de um indivíduo.

Os incentivos para o consumo de álcool são consideráveis, mas as conseqüências sociais são severas.

 

Há degradação familiar, perda de empregos, traumas e conseqüências geradas nos parentes mais próximos, como o pai, a mãe, os filhos ou irmãos.

 

Problemas físicos

Existem inúmeros problemas físicos, como hepatite, cirrose hepática, gastrite, trombose, impotência, ataque cardíaco, infertilidade, demência e até mesmo anorexia alcoólica.

 

Uma patologia bastante comum naqueles que abusam do álcool ou são dependentes dele é o câncer e seus diferentes tipos: cólon, esôfago, faringe, fígado, laringe, mama ou reto.

 

Transtornos mentais

O álcool é uma droga que cria um potencial impacto depressivo sobre o consumidor logo após a ingestão ou após um certo tempo de uso.

Em resumo, estamos falando de uma atitude em 2 fases, a primeira carregada de efeitos socialmente importantes.

 

Entretanto, quando o limite de absorção do álcool no corpo humano é ultrapassado, começam a ter sensações negativas e efeitos adversos, que principalmente deprimem momentaneamente o alcoólico.

 

Entretanto, os efeitos a longo prazo do álcool levam a transtornos de humor, tais como depressão e distimia crônica, e têm o potencial de levar ao suicídio.

Em estado de dependência, pode levar a distúrbios de déficit de atenção, distúrbios explosivos intermitentes e crises ocasionais de abstinência.

 

 

 

 

Como podemos ajudar alguém a parar de beber?

Nós mesmos, da Clinica Recuperando Vida, temos um tratamento especializado, humanizado e individualizado para este problema. Se você encontrar alguém que precise de ajuda, entre em contato conosco, estamos disponíveis para ajudá-lo.

Tenho certeza de que temos a possibilidade de contribuir com sua família.

 

 

Onde encontrar uma clínica de reabilitação para tratamento do alcoolismo?

Existem inúmeras clínicas com diferentes propostas, depende de você descobrir aquela que se adapta à sua condição e com a qual você se identifica.

 

O que menciono constantemente é que é fundamental no processo de consulta, verificar se a clínica está devidamente autorizada.

 

Além disso, você deve verificar se o pessoal médico está em dia com o registro, como é a composição da clínica e as referências que você tem da clínica, com pessoas que já estiveram lá antes.

 

 

Onde encontrar uma clínica de recuperação de alcoolismo

 

 

Remédio Para Parar de Beber: Clínica Recuperando Vida

Somos uma das maiores clínicas em crescimento no país e somos uma referência no Estado de São Paulo. Temos um modelo de tratamento trazido do continente europeu e Norte-Americano e adaptado à nossa realidade, que se concentra no atendimento individualizado e humanizado de cada paciente.

 

Temos uma composição atualizada a fim de superar os desafios de cada dependência química, com os conjuntos e materiais necessários; somos capazes de atender a cada necessidade e especificidade dos pacientes.

 

Mais do que a recuperação da patologia, buscamos a recuperação do paciente como pessoa, reprogramando suas crenças que o levaram ao caso de dependência e dando-lhe novas crenças para alcançar uma vida honesta e participativa.

 

Remédio Para Parar de Beber: Conclusão

Não há uma saída simples e nenhum remédio para parar de beber em especial.

Os medicamentos existentes têm que ser usados com auxiliares durante todo o tratamento e somente com o controle do médico.

 

Um tratamento eficaz e especializado pode corrigir os buracos e feridas que permanecem como marcas de dependência.

Procrastinação e adiamento da procura de ajuda são comportamentos normais de dependência, portanto, se você conhece um amigo ou membro da família nesta situação, fale com eles seriamente e os encoraje a receber tratamento.

 

Espero que o artigo Remédio Para Parar de Beber tenha respondido a todas as suas dúvidas, ou ao menos grande parte delas.

E se você gostou compartilhe com sua família e amigos e também em suas Redes Sociais.

Isso pode ajudar outras pessoas que estão em busca de ajuda para o problema do Alcoolismo.

 

 

CLÍNICA RECUPERANDO VIDA PIRACICABA - SP

 

 

DÚVIDAS FREQUENTES

 

Que remédio que é bom para pessoa parar de beber?

4 remédios para parar de beber

  1. Disulfiram
  2. Naltrexone
  3. Acamprosato
  4. Nalmefeno

 

O que tomar para cortar o efeito do álcool?

Para reduzir o impacto mais rapidamente, você deve fazer com que o indivíduo tome um banho com água gelada, beba alguma bebida doce com refrigerante ou água com açúcar e, se possível, deite-se e descanse.

 

O que fazer para o marido parar de beber?

  1. Como fazer com que meu marido pare de beber: 4 dicas úteis
  2. Não ingerir bebidas alcoólicas em casa. O maior problema para quem bebe é apenas ter álcool em casa e poder bebê-lo sempre que lhe apetecer.
  3. Não seja insolente.
  4. Deixar clara sua posição sobre a bebida deles.
  5. Procure ajuda profissional.

 

Precisa de receita para comprar naltrexona?

Venda com PRESCRIÇÃO. Só pode ser vendida COM PRESCRIÇÃO. “SE AS INDICAÇÕES PERSISTIREM, UM MÉDICO DEVE SER CONSULTADO”.

 

Quais os primeiros passos para parar de beber?

Parar de beber com 7 dicas

  1. Mantenha o álcool fora de sua casa
  2. Não beba por tristeza
  3. Reduza sua bebida
  4. Faça ocupações que não envolvam beber
  5. Tenha cuidado com a população
  6. Mantenha um diário
  7. Monitore seu desenvolvimento
  8. Se você precisar, obtenha ajuda

 

Porque quando começo a beber não consigo parar?

A melhor solução seria iniciar um procedimento psicológico, porque quanto mais cedo, melhor para manter o controle do caso.

Você já está se perguntando como abordar isto, por isso recomendo que procure um profissional para iniciar as entrevistas preliminares para iniciar seu estudo.

 

A Equipe de Conteúdo da Clínica Recuperando Vida Recomenda a Leitura dos Artigos:

 

 

BORDERLINE

 

ESTÁGIO TRATAMENTO DEPENDÊNCIA QUÍMICA

 

VÍCIO DE COCAÍNA: COMO PARAR?

 

CLÍNICA DE REABILITAÇÃO O QUE É?

 

 

 

como-ajudar-tratamento-para-usuarios-de-crack

 

 

 

CLÍNICA RECUPERANDO VIDA

R. Inácio de Vasconcellos Cunha Caldeira, 500

Jardim São Francisco – Piracicaba – SP

 

Fone:  (19) 3427-1643
Whatsapp: (19) 99188-2675

 

E-mail: contato@clinicarecuperandovida.com.br

 

WEBSITE OFFICIAL:

 

Tags desta página:
0 +
Visitas Mensais em nossa Clínica
0 +
Famílias Atendidas Mensais
0 +
Pacientes em Tratamento Por Ano
0 +
Abrangências em Estados brasileiros
Remoções 24 horas

Remoções 24 horas

O vício é imprevisível e começa a controlar a pessoa sem que ela perceba, ou seja, consequentemente algumas atitudes são tomadas sem que o dependente tenha conhecimento dos malefícios que estão causando e a solução mais plausível é iniciar o tratamento em um clínica de reabilitação.

Nossa equipe está em prontidão para remoção 24h por dia em qualquer região do Brasil através de ambulâncias equipadas, ou se a família preferir possuímos também carros descaracterizados para ações mais privativas e discretas.

Aceitamos Todos os Planos de Saúde

Fale com um de nossos consultores de plantão atendimento 24 horas via Whatsapp