Alcoolismo e Suas Consequências

A crise econômica, o desemprego, os problemas emotivos dentre outros elementos têm levado um número cada vez maior de pessoas a buscar refúgio no álcool. O alcoolismo é considerado na atualidade, um dos maiores problemas de saúde pública em todo o mundo. São crescentes os relatórios sobre doenças sérias provocadas pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas, bem como a ocorrência de mortes proveniente destas doenças. O álcool também assusta como causa fundamental de acidentes de trânsito, crimes e suicídios.

Alcoolismo e Suas Consequências – O alcoolismo está dentre as drogas de maior relevância no Brasil, uma vez que o álcool exerce influência sobre 12% da população. De qualquer maneira, calcula-se que 90% das pessoas ingerem álcool de certa forma.

Consequências

Alcoolismo e Suas Consequências – A cirrose hepática é uma das doenças mais populares provocadas pelo alcoolismo. A bebida é metabolizada através do fígado e quando se usa álcool em grandes proporções e por longo período, podem aparecer alterações no órgão.

O álcool acarreta infiltração de gorduras no fígado, pode formar a hepatite alcoólica e, muito mais grave, a cirrose hepática. A cirrose se define pelo endurecimento do fígado, causa ascite (barriga d’água) e formação de varizes no esôfago. Além do fígado, demais partes do organismo podem ser afetadas pela bebida.

No cérebro, a intoxicação aguda – mesmo em não alcoólatras – pode ocasionar acidentes, agressões e suicídio. O álcool interfere no funcionamento do aparelho digestivo, desenvolve irritações na boca e esôfago, além de motivar distúrbios gástricos que terminam agravando doenças já existentes, como a úlcera.

O intestino também pode padecer com diarreias e dificuldade de absorção de alimentos, gerando a desnutrição. O uso constante de bebida também acentua diversas outras doenças infecciosas, como tuberculose e pneumonia.

O tratamento da doença é complexo, uma vez que não pode ser desvinculado das complicações orgânicas e psíquicas, por isso apresenta diversos aspectos. O primeiro é a desintoxicação e para isso a pessoa é internada. Nesta fase pode acontecer a síndrome de abstinência, que é caracterizada por uma variedade de sintomas quesurgem quando a pessoa para de beber. Dentre estes sintomas estão os tremores, alucinação e mudança do comportamento.

Muitas pessoas que são vítimas do alcoolismo escondem o problema, se afastam de amigos e familiares e são inaptos de procurar ajuda ou se auto ajudarem. Também existem grupos de autoajuda como alcoólicos anônimos onde eles partilham sobre seus problemas e sobre sua recuperação

Elevação da Dependência

Alcoolismo e Suas Consequências – Segundo a grande parte dos médicos brasileiros, o problema do consumo alcoólico tem solução, apesar do crescimento do número de dependentes ser cada vez maior no país. O alcoolismo é responsável por quase 75% de diversos os acidentes de trânsito com mortes, 39% de episódios policiais e 40% das consultas psiquiátricas, além disso, 15% da população do país é alcoólatra. Estes são alguns dados que apontam como o álcool está constante na vida do brasileiro, até mesmo, entre os mais jovens.

Segundo os especialistas no tema, a solução para o problema é um comprometimento maior das autoridades para a elaboração e efetivação, de leis sobre a venda e consumo das bebidas alcoólicas. Por um outro lado, algumas ações já estão sendo elaborada para levar este problema muito mais a sério e ser descrito como uma doença.

A partir da realização do Fórum Antidrogas, que ocorreu durante o mês de maio na região de Belo Horizonte, está sendo analisada a elaboração de um programa de diretrizes políticas. De acordo com o Centro de Toxicomania de Minas, a doença é um dos grandes problemas de saúde pública no Brasil, que precisa ser vista não como sintoma.

Algumas associações médicas defendem o tema e pedem que o alcoólatra obtenha o atendimento primeiro nos ambulatórios e tão somente após que ele seja internado.

Uma boa medida que é defendida por diversos colaboradores de saúde é a prevenção. A Universidade Federal de Minas Gerais, em conjunto com as universidades do Paraná e Santa Úrsula no Rio de Janeiro defendem esta causa.

8 sintomas do alcoolismo – Pegar nossa própria vida em nossas mãos e evitar que o álcool nos governe é o primeiro passo para começar a refletir em um novo estilo de vida.

O excesso de álcool não leva a nada de bom. Saber beber na presença dos outros, com moderação e aproveitar um momento de amizade saudável é algo muito diferente do consumo excessivo de álcool e da dependência de bebidas alcoólicas.

Estar bem informado é o primeiro passo para evitar maus costumes que podem levar ao alcoolismo.

O alcoolismo pode acabar coma vida social espiritual emocional e financeira atingindo o usuário e todos a sua volta .

Alguns sintomas de dependência de álcool são:

  • 1 sintomas do alcoolismo – A necessidade de beber controla sua própria vida: a dependência de álcool normalmente é caracterizada pela necessidade imperativa de beber e a dificuldade de delimitar a quantia ou parar de beber.
  • 2 sintomas do alcoolismo – Tolerância ao álcool: quando você bebe habitualmente o corpo se acostuma ao álcool, vivenciando a necessidade de beber muito mais e mais para sentir seus efeitos.
  • 3 sintomas do alcoolismo – Desinteresse: nega outros interesses em favor de atividades que envolvem beber bebidas alcoólicas.
  • 4 sintomas do alcoolismo – Ocupado: eleva constantemente o tempo aplicado a beber e a se reestabelecer dos efeitos do álcool.
  • 5 sintomas do alcoolismo – Bebe também de manhã: começa a beber antes do meio dia.
  • 6 sintomas do alcoolismo – Ansiedade e irritabilidade
  • 7 sintomas do alcoolismo – Não é capacitado de sair dessa situação: reconhece que você não consegue parar de beber apesar de vivenciar os sintomas físicos e psicológicos negativos.
  • 8 sintomas do alcoolismo – Vivencia os sintomas físicos da abstinência: tremores, transpiração excessiva, dificuldade em dormir, ansiedade, sensação de mal-estar nas primeiras horas da manhã.

Consequências sérias para a saúde

A dependência do álcool atinge gravemente a saúde. A intoxicação alcoólica tem consequências de todos os tipos:

  • Cognitivo: diminuição da compreensão de perigo, alteração da percepção visual e espacial
  • Comportamental: violência, comprometimento no trabalho e socialmente
  • Pronuncia atrapalhada
  • Descoordenação motora, andar oscilante
  • Atenção e lembrança prejudicada
  • Estado de quase inconsciência
  • Atinge a alimentação
  • Doença hepática (fígado alcoólico, hepatite alcoólica e cirrose alcoólica)
  • Pressão arterial elevada e problemas cardíacos
  • Perda gradativa de lembrança para a demência alcoólica
  • Depressão
  • Pancreatite
  • Delírio devido à intoxicação alcoólica
  • Delírio devido à abstinência alcoólica
  • Transtorno psicótico induzido através do álcool, com delírios
  • Transtorno psicótico induzido através do álcool, com alucinações
  • Transtorno do humor induzido através do álcool
  • Transtorno de ansiedade induzido através do álcool
  • Disfunção sexual influenciada através do álcool
  • Doenças do sono induzidas através do álcool

Por que beber?

O indivíduo que bebe faz isso por várias razões e motivos cada um tem o seu e precisa de ajuda

Muitas vezes, entra na armadilha de achar que é uma maneira eficiente de tratar ansiedade e depressão.

Embora venha a auxiliar a diminuir seus problemas no curto prazo, o álcool normalmente piora.

 

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas e alcoolismo. Entre em contato com a Instituição Clinica  Recuperando Vida para conversarmos mais. Entre em Contatos: (19) 3427-1643

O texto acima ” Alcoolismo e Suas Consequências ” é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.

Tags desta página:
0 +
Visitas Mensais em nossa Clínica
0 +
Famílias Atendidas Mensais
0 +
Pacientes em Tratamento Por Ano
0 +
Abrangências em Estados brasileiros
Remoções 24 horas

Remoções 24 horas

O vício é imprevisível e começa a controlar a pessoa sem que ela perceba, ou seja, consequentemente algumas atitudes são tomadas sem que o dependente tenha conhecimento dos malefícios que estão causando e a solução mais plausível é iniciar o tratamento em um clínica de reabilitação.

Nossa equipe está em prontidão para remoção 24h por dia em qualquer região do Brasil através de ambulâncias equipadas, ou se a família preferir possuímos também carros descaracterizados para ações mais privativas e discretas.

Aceitamos Todos os Planos de Saúde

Fale com um de nossos consultores de plantão atendimento 24 horas via Whatsapp